Opinião: Divinas

imagem: ArteCines
Filme: Divinas
Ano: 2016
Duração: 1h45min
Gênero: Drama
Direção: Houda Benyamina
Elenco: Oulaya Amamra, Kevin Mischel, Déborah Lukumuena e Majdouline Idrissi

Sinopse: Em um gueto, uma comunidade verdadeiramente carente, o tráfico local se confunde com a religião. Dounia, uma jovem que mora na comunidade, decide tentar vencer na vida, seguindo os padrões do lugar onde mora: ou seja, ela pretende se tornar uma traficante tão reconhecida e poderosa quanto Rebecca. Para isso, ela terá a ajuda de Maimouna, sua melhor amiga. No entanto, a verdade é que Dounia não sabe onde está se metendo.

imagem: Filmes Franceses

Opinião: Divinas é um filme francês, original da Netflix, que retrata uma realidade até então desconhecida no país. O filme mostra o cotidiano de duas jovens que moram em uma região muito pobre da França. Dounia e Maimouna percebem que Rebecca, uma traficante, tem uma vida confortável e melhor do que qualquer morador honesto do bairro. Logo as duas se interessam pelo dinheiro fácil, e começam a trabalhar com Rebecca.

Obviamente no início é tudo muito fácil, as duas conseguem um bom dinheiro com o tráfico, Dounia consegue ajudar a mãe com as despesas da casa e ainda sobra dinheiro para comprar tudo o que elas sempre desejaram. Até que Rebecca dá um missão para Dounia, seduzir um fornecedor de drogas e roubar 100 mil Euros que a traficante sabe que ele guarda em seu apartamento.

Junto de todo esse enredo, existe um personagem paralelo, o dançarino e ator Djigui, ele e Dounia se conhecem e acabam de apaixonando, ele é o tempo todo a alternativa que ela tem de fugir daquela realidade ali. Até que Djigui convida Dounia para ver sua apresentação no Sábado à noite, o problema é que é a mesma noite em que Dounia tem que ir no apartamento do fornecedor para roubar o dinheiro.

Dounia, o tempo todo influenciado por Rebecca, vai até o apartamento e consegue o dinheiro, a partir dos acontecimentos que ocorrem depois, ela percebe em que meio ela se envolveu.

imagem: Filmes Franceses

O foco do filme fica muito mais em Dounia, que sempre foi quem nunca se conformou com a realidade que vivia, Maimouna acaba apoiando a amiga e se envolve junto.  

É óbvio que foram as duas que escolherem esse caminho, mas o filme ajuda a entender muito melhor o que jovens que moram em regiões precárias, sem perspectiva de vida, pensam e o porque se envolvem com o tráfico. O dinheiro fácil e o luxo encantam. 

O filme se passa na França, mas poderia facilmente se adaptado para uma realidade muito presente no Brasil. O que mais me agradou no filme foi a preocupação em mostrar o que realmente acontece com o jovens que se envolvem nesse meio, eles se divertem muito no início, mas sempre que der alguma coisa errada, quem vai pagar pelo erro são eles, tanto que a traficante, Rebecca, passa o filme inteiro ilesa.

Um ótimo filme para refletirmos sobre o assunto e encararmos essa situação com mais empatia e compreensão e menos preconceito, o clima do filme é bem pesado, impactando muito quem o assiste. 

Confira o trailer.

Comentários

  1. delicia de filmes, fiquei estupidamente feliz ao termino do filme, que tem uma protagonista excelente, a melhor amiga dela é incrivel, tem uma história palpavel, amei como um todo e a cena que elas imaginam que estão andando na ferrari, é sensacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cleber! A cena da Ferrari é linda mesmo!

      Excluir
  2. Nossa, amei essa indicação de filme! Amo quando o filme trata de algo assim, porque acho que é algo que precisamos realmente discutir e trazer à tona ao invés de julgar, ainda mais por não conhecermos como é essa vida.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  3. adorei a dica do filme.
    já coloquei na minha listinha.

    bjinhos
    http://www.maricotacaradericota.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas