[Resenha] Morangos Mofados - Caio Fernando Abreu

imagem: Saraiva
Livro: Morangos Mofados
Autor: Caio Fernando Abreu
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 158
Capa: Joca Reiners Terron
Diagramação: Carla Castilho
Gênero: Romance, Drama
Nacionalidade: Brasil 

Sinopse: Os contos de 'Morangos Mofados' mostram a fé fundamental que iluminou o projeto libertário da contracultura. A fé que orientou o sonho cujo primeiro grande impulso vem dos 'rebeldes sem causa' de Elvis e Dean; que se define em seguida com a 'grande recusa' da sociedade tecnocrática pelo flower power ao som dos Beatles e dos Rolling Stones; e que ganha, de forma inesperada, uma nova e mágica força no momento em que Lennon declara dramaticamente: o sonho acabou. Os 'Morangos Mofados' têm uma irresistível atualidade. Modificando caminhos percorridos, põem em cena uma possível pontuação para essa história, ou, como esclarece o conto 'Os companheiros': 'Uma história nunca fica suspensa, ela se consuma no que se interrompe, ela é cheia de pontos finais.' Heloisa Buarque de Holanda.

"Lá no quarto, o rapaz de blusa vermelha ouviu e deu um sorriso largo antes de adormecer com os outros segurando nas suas mãos."

Opinião: Morangos Mofados reúne diversos contos de Caio Fernando Abreu, o livro é dividido em três partes: o mofo, com contos mais dramáticos, sempre com histórias mais tristes, os morangos, com histórias já mais leves, não que necessariamente todas fossem "felizes", e a terceira parte, Morangos Mofados, onde o livro é finalizado com um só conto. 

Morangos Mofados foi uma leitura muito desafiadora para mim, alguns contos eu lia e entendia perfeitamente a história, já outros ficaram bem confusos e não consegui compreender bem a mensagem que estava sendo passada ali.

"Mas era a ti, a ele ou a mim que o homem visitava às vezes?" 

A linguagem e forma de escrita subjetiva do autor dificultou bastante o meu entendimento sobre o livro, mas posso afirmar que os contos que entendi, foram ótimos e muito envolventes, todos eles conseguiam passar algum tipo de sentimento muito forte para mim no momento em que eu estava lendo. Foi uma experiência diferente de tudo o que já li até hoje.

Um último detalhe que me chamou a atenção foi uma carta do próprio autor no final do livro, onde ele conta para um amigo como foi esse processo de criação dos Morangos Mofados e mais alguns detalhes que ocorriam na sua vida pessoal. Essa carta deixou um tom muito intimista no livro, o que foi muito agradável.

"Veados, a gente ainda ouviu, recebendo na cara o vento frio do mar." 

Comentários

  1. Ainda não li mas fiquei bem interessada, gosto de livros desafiadores e a escrita desse autor tende a mexer muito com a gente né? Valeu pela dica :)

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não cheguei a ler muito de Caio, mas preciso. Ótima resenha!

    Bjokas da Vaci :*
    https://blogpapodeesmalte.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. sempre tive curiosidade em ler algo desse autor, inclusive ja estava de olho nesse livro e fiquei ainda mais interessada agora com sua resenha

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não deixe de ler Lívia, é uma ótima leitura ;)

      Excluir
  4. Oi Cássia,
    Esse é quase um clássico, não é? Caio Fernando Abreu é um nome muito conhecido, só não conhecia o 'Morangos Mofados', confesso, rs.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se é um clássico Alessandra, conheci o livro por acaso!

      Excluir
  5. Nunca li nada desse autor, acredita? A capa é bem bonita, mas como você já falou que teve certa dificuldade para entender, não sei se eu leria até o fim...
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vale a pena tentar dar uma chance Hanna!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas